Friday, 17 September 2021

Avaliação do Usuário: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

 

Maestro Emiliano Patarra, de São Paulo, é o convidado do evento 

 

O quarto concerto da Série Casa da OSPA destaca uma obra do compositor gaúcho Brenno Blauth que até hoje teve pouquíssimas execuções e também uma das sinfonias menos conhecidas do mestre alemão Ludwig van Beethoven, a quarta. A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA), instituição da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), recebe como convidado direto de São Paulo o maestro Emiliano Patarra, diretor artístico da Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos e da Orquestra GRU Sinfônica e diretor do Conservatório Municipal de Guarulhos. Pela primeira vez nesta temporada haverá um solo de sopro, com o flautista da OSPA Henrique Amado. O concerto é neste sábado, 26 de junho, às 17h, com transmissão online e público limitado a 15% da capacidade da Sala de Concertos da Casa da OSPA. O ingresso é a doação de 1kg de alimento perecível (mais detalhes no serviço).

 

O concerto representa uma oportunidade única de ouvir a obra “Concertino para flauta e orquestra de cordas”, de Brenno Blauth (1931 - 1993). Após a estreia, em 1975, no Rio de Janeiro, a peça só foi executada duas ou três vezes e não possui gravação conhecida. Sendo assim, a filmagem do concerto do próximo sábado, que permanece disponível no YouTube após a transmissão ao vivo, pode ser o primeiro registro da música deste importante compositor gaúcho que se tornou referência nas salas de concerto brasileiras. O concertino é novidade até para o flautista Henrique Amado, que será o solista da apresentação. Ele reforça a sua importância: “É uma obra muito relevante para o repertório da flauta transversal. Apesar de ser muito explorado na música brasileira, não tem muitos concertos escritos para solistas deste instrumento”. 

 

“O Brenno Blauth é um compositor absolutamente genial que a gente conhece muito pouco, então estamos resgatando a importância da escola de composição do século XX no Brasil e no Rio Grande do Sul. Fazer a revisão e divulgar o ‘Concertino’, registrar para que mais orquestras possam tocar, é uma atitude decisiva e fundamental”, comenta o maestro Emiliano Patarra.

 

Ainda em clima de comemoração aos 250 anos de Ludwig van Beethoven (1770-1827), celebrados em 2020, a OSPA viaja até a Europa do século 19 na segunda parte do concerto para executar “Sinfonia nº 4 em Si bemol maior, Op. 60”. A peça estreou em 1807, sob regência do próprio Beethoven, em Viena. Menos badalada do que as sinfonias mais ambiciosas do músico, a obra chama a atenção por sua introdução lenta e misteriosa. Na opinião de Patarra, “a quarta sinfonia é um tesouro a ser descoberto”. Ele lembra que a peça era a preferida de vários compositores do romantismo, como Felix Mendelssohn (1809-1847).

 

Visita segura

 

Em acordo com as orientações do Governo do Estado do RS referentes à pandemia da Covid-19, o concerto seguirá os seguintes protocolos de segurança: ocupação de 15% da capacidade da Casa da OSPA, disponibilização de álcool gel aos visitantes, uso obrigatório da máscara, medição de temperatura na entrada, distanciamento social nos espaços de passagem e na ocupação das poltronas da Sala de Concerto. Também é possível acompanhar os concertos da OSPA gratuitamente e ao vivo pelo canal da orquestra no YouTube e pela plataforma #CulturaEmCasa

 

Sobre Emiliano Patarra 

 

Formou-se em regência pela Faculdade Santa Marcelina (FASM), sob a orientação do maestro Roberto Duarte. Aperfeiçoou-se no Teatro Colón de Buenos Aires (Argentina), com o maestro Guillermo Scarabino, e na Orquestra Sinfônica de Concepción (Chile), com o maestro Luís Gorelik. Foi regente assistente e coordenador artístico da Orquestra Sinfônica Municipal de Santos, fundador e diretor musical do Núcleo de Ópera da FASM, produtor executivo e diretor musical do Festival Música Nova e fundador e regente titular da Orquestra do Theatro São Pedro, em São Paulo, além de diretor artístico do Theatro entre 2012 e 2014. Atualmente é diretor artístico da Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos e da Orquestra GRU Sinfônica, das quais é fundador, além de diretor do Conservatório Municipal de Guarulhos e professor de regência na FASM há 20 anos. 

 

Sobre Henrique Amado

 

Formou-se bacharel em Música com Habilitação em Flauta pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), sob instrução de Jean Noel Saghaard, em 2010. Aperfeiçoou-se em cursos e participou de festivais no Brasil, Alemanha e Holanda. Foi músico de orquestras jovens, como a Orquestra Experimental de Repertório e Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, entre outras. Atuou como flautista em musicais, entre eles “O Rei e Eu”, “O Rei Leão”, “My Fair Lady”, “Wicked” e “Les Misérables”. Foi membro da Companhia de Ópera Curta por 10 anos e flautista/piccolista da Orquestra do Theatro São Pedro, em São Paulo. Como solista, já se apresentou à frente de diversas orquestras. Desde 2017, é flautista da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre.



Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA)

 

Terceiro concerto da Série Casa da OSPA – Temporada 2021

Blauth & Beethoven

 

Quando: 26 de junho de 2021, às 17h. Abertura das portas: 16h (o acesso não será permitido após o início do concerto).

Onde: Casa da OSPA (Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF) – Av. Borges de Medeiros, 1.501 – Praia de Belas)

Ingresso: 1 kg de alimento não perecível. 

Bilheteria on-line*: uhuu.com, de quinta-feira (24), às 12h, até sexta-feira (25), às 11h59. Entrega do alimento no dia do concerto. 

Bilheteria física*: Casa da OSPA, na sexta-feira (25), das 12h às 17h, e no sábado (26), das 9h até o horário do concerto. Entrega do alimento ao retirar o bilhete.

*Acompanhe a disponibilidade de ingressos pelas redes sociais e pelo site ospa.org.br. Há limite de dois ingressos por CPF. 

Classificação indicativa: não recomendado para menores de 6 anos.

Acessibilidade: a Casa da OSPA oferece acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida e programas em braile.

Na internet: ao vivo, gratuitamente, em youtube.com/ospaRS e pela plataforma culturaemcasa.com.br

 

 

Programa:

 

Regência: 

Emiliano Patarra

 

Solista: 

Henrique Amado (flauta)

 

Blauth, Brenno 

Concertino para flauta e orquestra de cordas

I. Allegro moderato

II. Andante

III. Alla marcia

 

Beethoven, Ludwig van 

Sinfonia n° 4 em Si bemol maior, Op. 60

I. Adagio - Allegro vivace

II. Adagio

III. Allegro vivace

IV. Allegro ma non troppo

 

Direção Artística:

Evandro Matté  

 

Apresentação:

Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA) 

 

Lei de Incentivo à Cultura

Patrocínio da Temporada Artística: Banrisul e Alibem.

Patrocinadores da Casa da Ospa: Banrisul, Vero, Panvel, Grupo Zaffari e Gerdau.

Apoio da Temporada Artística: Dufrio e Sulgás.

Realização: Fundação Ospa, Fundação Cultural Pablo Komlós, Secretaria da Cultura do RS, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal – Pátria Amada Brasil.

 

Acompanhe a OSPA pelas redes sociais: 

facebook.com/ospabr

instagram.com/ospabr

twitter.com/ospabr



 

--

Assessoria de Comunicação da OSPA
Luiza Piffero - Jornalista
Maurício Paz - Jornalista 
Iasmin Bossa - Designer
Rua 24 de Outubro, 850/305
(51) 999865772