Friday, 22 March 2019
Quarta, 13 Março 2019 04:33

Vereadores comunicam prefeito Luiz Dalben sobre abertura da CPI da Pró-Saúde Destaque

By
Avalie este item
(0 votos)
Vereadores comunicam prefeito Luiz Dalben sobre abertura da CPI da Pró-Saúde Vereadores comunicam prefeito Luiz Dalben sobre abertura da CPI da Pró-Saúde Câmara de Sumaré

Procedimento é regimental e marca o início das investigações; CPI foi aberta após pedido do vereador Hélio Silva, que vai presidir os trabalhos


O vereador Hélio Silva (PPS), presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) aberta para “apurar suposto esquema de propina, corrupção, vantagens indevidas e lavagem de dinheiro entre a Prefeitura de Sumaré e a Organização Social Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social”, entregou ao prefeito Luiz Dalben na tarde desta terça-feira (12) o comunicado de abertura da Comissão. O ato regimental foi acompanhado pelo presidente da Mesa Diretora, vereador Willian Souza (PT), e pelo vereador Dirceu Dalben (PR).

 

Após a entrega do documento ao chefe do Executivo, o presidente da Comissão deverá convocar os demais membros para deliberar sobre os ritos da investigação. Além do vereador Hélio Silva, a CPI é composta também pelos vereadores Ulisses Gomes (PT), escolhido para ser o relator, enquanto Joel Cardoso (SDD), Edgardo Cabral (PRB) e Professor Edinho (Rede) são membros.

 

O vereador Hélio destacou que a ciência ao prefeito é um procedimento de praxe, mas relevante para marcar os primeiros passos da CPI. No comunicado, o prefeito é informado de que poderá acompanhar todos os atos processuais desenvolvidos pelos vereadores membros.

 

“O prefeito Luiz Dalben sempre se mostrou atento aos trabalhos da Câmara, e certamente vai acompanhar também o trabalho que vamos desenvolver na CPI em busca de esclarecimentos importantes sobre esse contrato firmado na gestão passada”, disse o presidente da CPI.

 

Proposto pelo vereador Hélio Silva (PPS) na sessão do último dia 07 de março, o requerimento de abertura de Comissão foi subscrito por outros 12 parlamentares. O pedido foi motivado a partir do depoimento dado no fim de fevereiro pelo ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, ao juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, responsável pela Operação Lava Jato no Estado.

 

Fonte: Câmara de Sumaré

 

Ler 6 vezes

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *