Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | EntrarRSS Feed  | 

Facebook

Anunciar Empresa
200 famílias recebem a chave da casa própria em Capão

200 famílias recebem a chave da casa própria em Capão

  Solenidade marcou uma das últimas etapas antes da entrega oficial do Residencial Caminito Na tarde da última sexta-feira (11), Capão da
Homenagem da Câmara de vereadores de Balneário Pinhal, ao Dia das Mães.
Homenagem ao Dia das Mães, do presidente da Câmara de vereadores de Balneario Pinhal, vereador Leandro Lauer.
Angélica, Feliz Dia das Mães.

Angélica, Feliz Dia das Mães.

 Muito obrigado por tudo! Te admiro, te respeito, e acima de tudo, te amo muito! Feliz Dia das Mães! Ass. Anderson.
Nataelle, Feliz Dia das Mães.

Nataelle, Feliz Dia das Mães.

Parabéns meu amor! Me sinto privilegiado por fazer parte desta linda historia. Te amo!! Feliz Dia das Mães. Ass. Anderson.
Primeira vez que um município divulga Pesquisa Popular na Tribuna

Primeira vez que um município divulga Pesquisa Popular na Tribuna

                        O Vereador Leandro Lauer, presidente da Câmara Municipal de Pinhal explica que desde o início do ano passado, durante esta
Assembleia Microrregional da Consulta Popular 2018

Assembleia Microrregional da Consulta Popular 2018

            Na manhã de quarta-feira (18/04/2018) às 10hs na Câmara de Vereadores de Cidreira ocorreu a Assembleia Microrregional da Consulta Popular
EXTRATO DE HOMOLOGAÇÃO – Processo Licitatório n.º 04/2018

EXTRATO DE HOMOLOGAÇÃO – Processo Licitatório n.º 04/2018

                          O Presidente da Câmara de Vereadores de Balneário Pinhal, no uso das suas atribuições, torna público a homologação do Processo

Cunha encaminha para Renan processo de impeachment de Dilma


renan-e-cunha
Esta postagem foi publicada em 18 de abril de 2016 Notícias em Destaque, Política.

Presidentes da Câmara e do Senado se encontraram na tarde de segunda.
Pilha de documentos foi entregue por assessor na Secretaria do Senado.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), encaminhou nesta segunda-feira (18) o processo de impeachment de Dilma Rousseff ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PDMB-AL). Os dois tiveram um encontro no gabinete de Renan na parte da tarde. A pilha de documentos do processo, com 36 volumes e 11 anexos, foi entregue por um servidor da Câmara na Secretaria Geral da Mesa.

Neste domingo (17), a Câmara dos Deputados decidiu, por 367 votos a favor, 137 contrários, sete abstenções e duas ausências, encaminhar o processo de impeachment ao Senado, que deverá decidir se julga o caso (veja resumo do rito no Senado ao final desta reportagem).

Um resumo do processo deverá ser lido na sessão desta terça-feira (19) no Senado, e deverão ser indicados os integrantes da comissão especial que analisará o caso. O presidente e o relator do colegiado, que terá 21 senadores titulares, deverão ser eleitos dentro do prazo de 48 horas.

A reunião da comissão deve acontecer na quarta-feira (19), já que quinta-feira é feriado.

Veja o resumo do processo no Senado:

– Após receber a autorização da Câmara para abertura do processo por crime de responsabilidade, o documento terá que ser lido no plenário;

– Assim como na Câmara, será criada uma comissão, de 21 senadores, observada a proporcionalidade, com presidente e relator. O relator faz um parecer pela admissibilidade ou não, que precisa ser aprovado na comissão e depois ir ao plenário. Isso porque o STF, ao estabelecer o rito do processo de impeachment em dezembro do ano passado, definiu que o Senado tem o poder de reverter a decisão da Câmara. O plenário do Senado precisa  aprovar por maioria simples (metade mais um dos presentes na sessão);

– Se aprovado no plenário, será considerado instaurado o processo e a presidente será notificada. É afastada por até 180 dias, recebendo a partir daí metade do salário de presidente (R$ 30.934,70). Ela poderá se defender e a comissão continuará funcionando;

– Haverá então a fase de produção de provas. Um novo parecer da comissão deverá analisar a procedência ou a improcedência da acusação. De novo, esse parecer tem que ser aprovado por maioria simples;

– Se aprovado, considera-se procedente a acusação e inicia a fase de julgamento, que é comandada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal. Para que a presidente perca o cargo, o impeachment tem que ser aprovado por dois terços dos senadores – 54 dos 81.


338 Visualizações

Notícias em Destaque